Quem Somos
Torneios Realizados
Estatuto
Como Filiar
Leis do Xadrez
Partidas
Notícias
Xadrez Escolar
Downloads
Torneios
Agenda
Artigos
Princípios da Liga de Xadrez
Links Interessantes
Xadrez & Ficção
Afiliados
Fale Conosco
Rating
Baratear o custo deste esporte.
Massificar o xadrez
Leia Mais

 
Consultar
 
Xadrez Brasileiro
http://www.xadrezbrasileiro.com
FIDE
Federação Internacional
www.fide.com
CBX
Confederação Brasileira
www.cbx.org.br
CX Online
Clube de Xadrez
www.clubedexadrez.com.br
HC

MI Hélder Câmara
www.heldercamara.com.br

ChessBase
ChessBase News
www.chessbase.com
Xadrez de Rua

Blog do Xadrez de Rua
http://xderua.blogspot.com/

Blog do Melo

Pílulas de Reflexão
http://bloguinhodomelo.blogspot.com

FEXPA

Federação de Xadrez do Pará
www.fexpa.org.br

GXBG
Galeria de Xadrez Borba Gato
www.galeriadexadrez.com.br/
Ver todos
  Princípios da Liga de Xadrez
Galeria de imagens da Liga de Xadrez
Volta a Home Contato  
10 principios
1- Proporcionar aos enxadristas do Estado de São Paulo e do Brasil uma alternativa popular e de alcance social para a prática do xadrez, sem as altas taxas de inscrição e os padrões elitistas do sistema federativo tradicional;

2- Promover a massificação do xadrez estimulando sua prática em escolas, empresas, sindicatos, associações, condomínios e logradouros públicos;

3- Garantir a participação em torneios, cursos e eventos de toda e qualquer pessoa interessada em aprender e praticar o jogo de xadrez, independente de idade, raça, sexo ou classe social;

4- Possibilitar a participação de portadores de deficiência;

5- Assegurar a transparência na gestão e a democracia nas decisões, que serão tomadas pelo voto direto dos enxadristas filiados, e não de maneira indireta;

6- Contribuir para erradicar da comunidade enxadrística paulista e brasileira os dirigentes sem vínculo com o xadrez, que se pautam apenas por interesses pessoais;

7- Oferecer todo o respaldo técnico para os projetos de ensino de xadrez nas escolas, em especial na rede pública;

8- Desenvolver projetos de inclusão social por meio do xadrez, estendendo sua prática a unidades da Febem e presídios;

9- Apoiar a elaboração de livros, revistas, sites, softwares, filmes, documentários e exposições sobre xadrez;

10- Manter relação com todas as instâncias governamentais e entidades educativas, esportivas, culturais e comunitárias que tenham interesse em estabelecer parcerias para a divulgação e o desenvolvimento da prática do jogo de xadrez.
Voltar